The Thinkers 50 – “The Oscar of Management Thinking”
nov./2015 Saulo | Estrategiando

foto 50

A cada dois anos a Thinkers50 pública um ranking com os principais pensadores do Management. O Ranking, considerado pelo Financial Times como o “Oscar do Pensamento Empresarial”,  já agraciou grandes mestres com Peter Drucker e CK Prahalad. A lista com os vencedores de 2015 foi publicada na semana passada.

Nosso amigo Alex Osterwalder, junto com seu colega Yves Pigneur, ganharam o prêmio na categoria de ESTRATÉGIA, a chamada T50 Strategy Award. O premio celebra o que há de melhor na atualidade em pensamento estratégico e não poderia ser mais merecido. Parabéns Alex!!

Alex e Yves entraram na lista pela primeira vez esse ano, e ficaram em 15o na lista global. Eles, junto com Eric Ries (#12), Steve Blank (#20), e outros, representam uma nova onda de pensadores em estratégia que acreditam que as organizações devam ser ágeis e se reinventar constantemente.

Agora no topo do ranking geral, como principal pensador da atualidade do management, o prêmio foi para…

Michael Porter (Top Ranked Thinker 2015). Porter superou Clayton Christensen, que ficou em segundo lugar. Christensen, criador do conceito de inovação desruptiva, havia liderado os dois últimos rankings.

Michael Porter, considerado por muitos como o pai da visão contemporânea da estratégia, lançou o clássico Estratégia Competitiva: Técnicas Para Análise de Indústrias em 1980. Impressionante ver que 35 anos depois, Porter contínua produzindo novos conceitos e sendo referência.

Porter ganhou o prêmio por ter desenvolvido a teoria do Valor Compartilhado (Shared Value). Tivemos oportunidade de ver Porter aqui no Brasil, em uma de suas últimas visitas, apresentando o conceito que nos pareceu muito interessante. Nele Porter repensa o capitalismo e amplia a visão do papel das empresas em relação as grandes questões da humanidade. Porter defende que nem governos, nem ONGs, sozinhos conseguirão dar conta dos enormes desafios que temos pela frente, e que as empresas de sucesso no futuro serão aquelas que conseguirem criar valor compartilhado com a sociedade e com o planeta.

Esse é um movimento que de alguma forma vem ganhado eco, o próprio conceito do Capitalismo Consciente, defendido por Raj Cisoda aborda esse tema, ainda que com outros vieses.

Enfim, por mais que a avaliação destes rankings possa sempre ser questionada, sem dúvida é uma boa maneira de premiar aqueles que tem se destacado no pensamento da gestão e suas ideias.

Feliz de ver o mestre Porter ganhando o prêmio, com um tema tão interessante e de impacto positivo, feliz de ver nosso amigo Alex liderando o ranking dos pensadores em estratégia. Mas por outro lado, não posso deixar de destacar certa decepção por não encontrar nenhum brasileiro entre os 50 principais pensadores desse ranking.

Fica o link para o prêmio (www.thinkers50.com) e a torcida para que possamos encontrar algum nos próximos.

Um comentário a The Thinkers 50 – “The Oscar of Management Thinking”

  1. Silvio Renato Del Boni disse:

    Ao ler a noticia vem em mim uma auto provocação mental. Depois de mais de trinta anos como Porter se mantem no topo diante de tantos jovens talentos do pensamento mundial, te tantas transformações tecnológicas, politicas, sociais, de tantas alterações na forma de se conectar e de integrar a sociedade? Este “velhinho” se reinventa a cada dia? Certamente !!!!!
    Um exemplo pra mim!!! Aprender a olhar para além das nuvens das turbulências, a enxergar aquilo que os outros ainda não viram e se antecipar. Sempre tem um sol brilhando à frente, o desafio é chegar la!!!
    Silvio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *