A startup enxuta
set./2012 Pedro | Livros que Gostamos

O que precisamos fazer antes de colocar um novo negócio para rodar?

Um bom plano de negócio, é claro!

É no plano de negócio que avaliamos todo o potencial da nova empresa, o tamanho do mercado, o comportamento dos clientes, a sua disposição para pagar pelo que pretendemos oferecer e, finalmente, o detalhamento da estrutura necessária para entregar aquilo que nos propomos. A partir disto, e só então, é que podemos realizar as projeções financeiras para analisar a viabilidade do negócio e, com sorte, atrair um investidor.

Mas será mesmo que a elaboração de um detalhado plano de negócio é forma mais eficiente de alocarmos a energia e o tempo dos empreendedores?

NÃO!

Segundo Erik Ries, autor do livro “The Lean Startup”, as startups não devem ser plenamente conceituadas (partir de um extenso processo analítico) antes de serem colocadas em pé. Ao contrário, devem ser elas próprias o instrumento para que se chegue, da forma mais eficiente possível, ao modelo vencedor.

lean-startup-ries-300

A lógica da startup exuta aponta que as empresas devem nascer o mais enxutas possíveis, com o mínimo de atributos necessários para ir ao mercado. Desta forma o empreendedor pode, com o mínimo de recursos, validar as suas premissas de mercado e de funcionamento da própria empresa. Tendo validado os primeiros passos e feito os ajustes necessários, o empreendedor tem mais elementos para decidir sobre os passos seguintes.

Assim, o modelo final do negócio só fica pronto no momento em que a empresa já é bem sucedida!

lean_startup_white4-e12946709027881

Trata-se de um processo em que a atividade fundamental da startup é  transformar rapidamente idéias em produtos (ou serviços), medir como os clientes respondem e então aprender quando são necessários ajustes ou quando se deve perseverar.

Vemos que o conceito de lean startup trouxe um novo olhar para a área de inovação e novos negócios. Além disto, tem ajudado muito empreendedores ao redor do mundo a tomar melhores decisões sobre seus negócios e – especialmente – a alocar da forma mais eficiente possível os seus recursos na construção de empresas bem sucedidas.

Um comentário a A startup enxuta

  1. Parabéns pela matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *