Como construir uma empresa que não seja uma empresa?
jan./2012 Saulo | Ideias Inspiradoras

Esse tem sido nosso desafio.  Depois de mais de três décadas somadas trabalhando como consultores decidimos desenvolver nossa  própria empresa de consultoria _ a NODAL. No entanto, para nós a Nodal não existe… Como assim?

Vou tentar explicar.

O que existe somos nós: os nodais,  sócios e amigos de longa data.   A Nodal é apenas uma plataforma comum de colaboração, um espaço para criarmos, nos divertirmos , trabalharmos e agregarmos muito valor junto a nossos clientes e parceiros.

Quantas vezes já não ouvimos este discurso: o que faz a diferença nas empresas são as pessoas. Em empresas de serviços isso é ainda mais verdade.

Mas o que é mais discurso do que prática na maior parte das vezes, para nós é princípio, é essência, é o que somos: simplesmente pessoas. Quando alguém conta com nossos serviços sabe que está contando conosco. Temos trabalhado com algumas das maiores empresas do país e, quando nos perguntam quem é a Nodal, respondemos a Nodal somos nós.

Na contramão de outro chavão geral do mundo dos negócios, na Nodal acreditamos que as pessoas são sim insubstituíveis, que cada pessoa é única e cada um deixará a sua marca, ainda mais quando falamos de uma trabalho intelectual e artístico.  Por isso encaramos naturalmente cada projeto como único e artesanal.

Em nossa empresa cada um pode escolher onde trabalhar e quando trabalhar.  Dias livres são valorizados e incentivados, se for para curtir os filhos então melhor ainda. A identidade de cada um é mais importante do que a da empresa, assim cada um pode escolher seu próprio cartão de visitas.

Na Nodal todos tem o direito e o patrocínio da organização para, uma vez por ano, viajar para qualquer lugar do mundo para aprender algo novo e claro, se divertir; deve ser por isso que os cursos escolhidos são sempre em lugares tão especiais.  Aliás, aproveito para convidar e cobrar nosso colega Luis Edu para compartilhar os aprendizados que teve no Creativity World Fórum na Bélgica, com escala em Amsterdam e Paris… nos disse que era a única opção de vôo…rsrs

Espera ai….mas e o trabalho?

O trabalho é intenso, não raro invade noites e finais de semana…mas como escutei  recentemente  de um empresário e presidente de uma grande empresa nacional: “nós não trabalhamos nos divertimos…e quando se curte o trabalho e  se tem paixão pelo que se faz tudo fica mais fácil”.

E assim seguimos, tentando criar algo novo a cada dia que faça com que essa empresa seja menos empresa, na busca por reinventar o negócio de serviços profissionais de consultoria.

Afinal, quem disse que não podemos Brincalhar?

Um abraço e um excelente 2012 para todos!

Saulo

2 comentários a Como construir uma empresa que não seja uma empresa?

  1. Alessandra disse:

    Parabéns pela iniciativa Saulo.
    Ás vezes comento com algumas pessoas que se as organizações funcionacem desta forma tudo ficaria mais fácil de se trabalhar, ou seria se divertir. Quando fazemos o que gostamos, de acordo com nossos horários, aliados ao crescimento pessoal e profissional tudo, absolutamente TUDO flui para o sucesso.

  2. Lucielle Lima disse:

    Saulo,
    Estou construindo alguns indicadores para empresas do segmento serviços. E realmente a principal dificuldade do segmento é “enxergar” e valorizar a individualidade das pessoas!
    Òtimo artigo!
    Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *