Sobre Inovação e Folga
jan./2009 Luís | Inovação e Inovadores

É curioso, a pesquisa da Mc Kinsey, que eu trouxe há alguns dias, mostra que a inovação depende menos de processos e mais de cultura e confiança, ou seja, parece que ela é, como diríamos no interior, de onde venho, um “bichinho tinhoso”, cheio de “senões”.

A própria pesquisa relata a importância da Confiança, assunto muito bem explorado em artigo do Clemente Nóbrega na revista Época Negócios.

Hoje quero falar de outro “intangível” muito ligado à inovação – A FOLGA.
Em minha vida de consultor aprendi que os meses de Janeiro, geralmente pouco intensivos em projetos, são os meses mais intensos em aprendizagem e descoberta de novas abordagens e assuntos interessantes. Descobri que o que aprendia e inovava em Janeiro – era boa parte do meu repertório do ano todo.

Vejamos o que fala Gary Hamel sobre o assunto em seu livro o Futuro da Administração:

urso-em-folga
“Na busca por eficiência, as empresas reduziram ao máximo a folga em suas operações. Isso é uma coisa boa. Ninguém pode criticar a meta de baixar os níveis de estoque, diminuir o capital de giro e reduzir drasticamente as despesas gerais. Mas o problema é que se você retira toda a folga operacional de uma empresa, tira também a inovação.”

“A inovação precisa de tempo – tempo para sonhar, refletir, aprender e inventar, e tempo para experimentar.”
Fonte: Hamel, G. – O Futuro da Administração – Campus, 2008 – pg. 51
A questão que se coloca é a seguinte se não queremos deixar de inovar e nem perder a eficiência, ou seja, como diz gary Hamel em seu livro – exercitar mais o E do que o OU, qual a saída ?

O Google nos dá um caminho, bem como a 3M – colocar a folga na agenda e respeitar essa agenda.

Ou seja programe dias de trabalho soltos, para navegar na internet, saber o que andam fazendo no mundo sobre o que vc. trabalha, ler blogs, visitar o slideshare, pode parecer loucura, mas garanto é extremamente estratégico, palavra de quem vem praticando… e gostando !

2 comentários a Sobre Inovação e Folga

  1. Iomar Cunha disse:

    Muito bom.
    Posso reproduzir em meu blog, citando a fonte?

    Iomar Cunha
    http://www.iomar.blogspot.com

  2. Luis Eduardo de Carvalho disse:

    Com certeza Iomar, fique a vontade,

    Abraços,

    Luis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *